Qual a importância de fazer uma iniciação científica durante a graduação?
01/10/2018
Departamento de Marketing
A graduação oferece uma enorme gama de possibilidades e uma das melhores oportunidades de aprendizado é a iniciação científica. Mas, qual é a importância de fazer uma iniciação científica durante a graduação?

A graduação oferece uma enorme gama de possibilidades. Além de ter um diploma, que agrega mais valor ao currículo, os alunos têm a oportunidade de conhecer novos futuros profissionais, dando início a sua rede de contatos. Isso, é claro, acompanhado do principal objetivo, que é aprender muito sobre a área de sua escolha. Uma das melhores oportunidades de aprendizado é a iniciação científica. Mas, qual é a importância de fazer uma iniciação científica durante a graduação?

O que é iniciação científica?

Primeiramente, é preciso esclarecer o que ela é, já que costuma existir uma certa dúvida em relação a isso.

A iniciação científica é uma forma de introduzir os alunos de graduação no caminho da pesquisa científica, ou seja, para quem quer seguir uma carreira de pesquisador, essa opção é fundamental.

É uma forma de despertar o gosto e a paixão pela pesquisa que, infelizmente, ainda é pouco incentivada. Mesmo para quem não quiser seguir esse rumo, a iniciação é importante.

A importância da iniciação científica

Todo profissional precisa aprender. Mesmo depois de formado, durante a carreira profissional, ele precisa estar sempre estudando e se aprimorando. As constantes evoluções da tecnologia e a criação de novas soluções significam que sempre irá ter material que o profissional precisa pesquisar e estudar se quiser se manter no topo.

A iniciação científica trabalha nisso. Não no processo de adquirir esses conhecimentos, já que eles sempre mudam, mas sim em preparar o aluno para saber buscar os conhecimentos e utilizá-los.

Como hoje existe um fluxo enorme de informações, adquirir o conhecimento não é o suficiente. O aluno precisa aprender a aprender.

Por isso, a iniciação científica tem dois objetivos principais.

O primeiro é ajudar aqueles que têm uma inclinação maior para o ramo de pesquisa a iniciar essa jornada.

O segundo é ajudar qualquer futuro profissional a aprender a pesquisar, buscar o conhecimento, e saber usá-lo para o aprimoramento.

Como a iniciação científica ajuda?

A iniciação científica ajuda os futuros profissionais pelo próprio método do seu funcionamento.

Para desenvolver o projeto, o aluno precisa buscar o conhecimento específico de acordo com a área de atuação e o assunto tratado, formular um problema e ter uma solução para resolvê-lo, coletar e analisar dados para dar embasamento para a sua resposta, e por fim, tirar uma conclusão em relação ao caminho escolhido.

A iniciação científica durante a graduação é muito importante, pois esse processo é uma pequena amostra do que o aluno deve enfrentar na sua vida profissional.

Em algum momento, seja qual for o estímulo, ele encontrará um problema, ou uma mudança no paradigma de sua área, para o qual ele precisa encontrar uma solução. Com uma base em iniciação científica, ele saberá como atacar esse problema de maneira mais organizada, podendo aplicar os conhecimentos sobre o assunto com maior facilidade.

É esse profissional que será inovador, e sairá na frente na competição.

Por isso, a iniciação científica é tão importante. Ela ajuda a reconhecer alunos que possam ter uma inclinação maior para esse ramo do conhecimento e prepara os outros profissionais a estarem prontos para lidar com os desafios da carreira de trabalho.

A graduação é um momento único, e bem especial, que servirá de base para o resto da vida. Por isso, é fundamental aproveitar cada aspecto do que ela tem a oferecer, para garantir uma maior competência no futuro. A iniciação científica certamente compensa.

Qual a importância de fazer uma iniciação científica durante a graduação?